28

Pedofilia virtual, como combater?

Posted by Paula Martins on 16:42

Na semana passada, durante uma aula, falei sobre o perigo que é os pais não vigiarem o que os filhos pequenos acessam na internet.
Em março, foi amplamente divulgado que um jogo japonês que simula estupro, pedofilia e aborto, estava sendo vendido livremente pelas ruas de São Paulo. O nome é Rapelay. Eu fiquei extremamente indignada.
O jogo se desenrola de tal forma que muitas vezes a criança pode pensar que manter uma relação sexual com um adulto é normal. Aí que mora o perigo. Se a criança não sabe que é errado, como ela vai descobrir o sofrimento que isso causa? Somente vivendo. Sendo assim, elas ficam expostas a abordagens de malandros na saída do colégio que podem oferecer o game a elas, em salas de bate-papo, etc.
Pior ainda é saber que é possível baixar o jogo em alguns sites. Eu mesma procurei e achei vários.
Para tentar fazer a minha parte, acessei sites que se propõem a combater esse tipo de crime. Um deles é o http://www.censura.com.br/.
Existe vários explicativos e direcionamentos para fazer a denúncia ao Ministério Público, para a Polícia Federal e até para a Interpol.
Se você também quiser denunciar algum site relacionado a esse tipo de crime, pode fazer por meio do link http://producao.prsp.mpf.gov.br/denuncia/denu.php
Eu já denunciei dois. O interessante é que gerado um número de protocolo e você pode acompanhar a situação da sua denúncia. Há outros crimes que você pode informar, além de pedofilia:
* Racismo;
* Intolerância Religiosa;
* Neo Nazismo;
* Xenofobia;
* Homofobia;
* Apologia e Incitação a crimes contra a Vida;
* Maus tratos contra animais.
Sei que é pouco, mas se cada um fizer um pouco, já será uma ajuda e tanto!

13

A infância vai até que idade?

Posted by Paula Martins on 20:07
Estava lendo um texto sobre a situação das crianças soldados no mundo e me veio na cabeça uma série de questionamentos...

Criança...constantemente fico refletindo o que essa palavra realmente significa. As crianças soldados me fizeram pensar em um paralelo com a situação das "nossas crianças soldados"....

Devemos ter pena dos jovens que são obrigados a segurar uma arma, a matar inocentes, caso contrário eles mesmos iriam morrer? Temos que ter pena de uma criança que te rouba, que serve de laranjinha e segura uma arma no morro carioca a mando de um traficante?

Apenas um dia separa, legalmente, uma "criança" ou um "menor" da vida adulta. Em um dia apenas ele pode ser considerado vítima da sociedade capitalista, das atrocidades do mundo e no outro se torna um jovem adulto violento, sangue frio.

A questão das crianças soldados é delicada, deve ser vista com atenção pelo mundo, porém, as demais "crianças" em situações de pseudo-guerra civil também.

Rosseau diz que "Um povo livre obedece, mas não serve; tem chefes e não senhores; obedece às leis, mas só obedece às leis; e é pela força das leis que não obedece aos homens." Por isso, um homem não pode ser senhor de uma criança se colocando acima da lei. Ao mesmo tempo, espero que acabem as leis que protegem as falsas "crianças".

Sinto pena das crianças sequestradas a caminho da escola pela milícia de Lubanga, no Congo, mas não da "criança" Champinha que, em 2003, afirmou que "deu gosto" matar Liana Friedenbach...

4

É assim que te quero, amor - Pablo Neruda

Posted by Paula Martins on 16:52
Eu simplesmente adoro Pablo Neruda. No poema "É assim que te quero, amor", ele demonstra todo sua aceitação pelo que a mulher amada é, desde seus pequenos detalhes...
Tenho uma amiga que, em um passado não muito distante, estava namorando um cara realmente detestável que queria mudar o que ela era por dentro e por fora. Acho hipocrisia alguém dizer que está apaixonado, mas que fica tentando mudar algo na pessoa amada. Afinal, se você conseguiu amar uma pessoa de um jeito, por que você necessita modificá-la? 
Amor é aceitação, perdão, devoção...muitas vezes é loucura, cegueira momentânea, fogo ardente que se torna uma chama eterna, porém, mais controlada...amor é companheirismo, divisão.
Não existe 1 quando se fala de amor...amor é sempre 2...1 é egoísmo...
-------------------------------------------------------------------------------------------------

É assim que te quero, amor,
assim, amor, é que eu gosto de ti,
tal como te vestes
e como arranjas
os cabelos e como
a tua boca sorri,
ágil como a água
da fonte sobre as pedras puras,
é assim que te quero, amada,
Ao pão não peço que me ensine,
mas antes que não me falte
em cada dia que passa.
Da luz nada sei, nem donde
vem nem para onde vai,
apenas quero que a luz alumie,
e também não peço à noite explicações,
espero-a e envolve-me,
e assim tu pão e luz
e sombra és.
Chegastes à minha vida
com o que trazias,
feita
de luz e pão e sombra, eu te esperava,
e é assim que preciso de ti,
assim que te amo,
e os que amanhã quiserem ouvir
o que não lhes direi, que o leiam aqui
e retrocedam hoje porque é cedo
para tais argumentos.
Amanhã dar-lhes-emos apenas
uma folha da árvore do nosso amor, uma folha
que há-de cair sobre a terra
como se a tivessem produzido os nosso lábios,
como um beijo caído
das nossas alturas invencíveis
para mostrar o fogo e a ternura
de um amor verdadeiro.

Copyright © 2009 O Blog do Ócio... All rights reserved. Theme by Laptop Geek. | Bloggerized by FalconHive.